• VOX NEWS

Camilly Victória sobre ser cantora: “A música me fez conhecer ainda mais minhas raízes”

Camilly Victória canta com a voz doce e o inglês impecável On The Low, canção que a lançou no final do ano passado como cantora. A jovem, de 19 anos, herdou a paixão pela música dos pais, Xanddy – vocalista do grupo Harmonia do Samba há mais de duas décadas -, e Carla Perez – que após o É Tchan! se firmou no comando do bloco infantil Algodão Doce.

“Sempre amei cantar e ouvia música 24 horas por dia. Então, ser cantora sempre foi um sonho. Tinha um combinado com os meus pais de que eu iria para a faculdade depois da escola, mas o lançamento da carreira não estava condicionado a ter que fazer uma faculdade. Até hoje sou uma pessoa reservada, mas decidi que ser cantora era o caminho que eu queria seguir para a minha vida”, conta.


A canção, de composição própria, surgiu após ela ouvir uma batida feita por um colega da faculdade de Produção Musical, que iniciou em agosto de 2019 nos Estados Unidos, onde mora com os pais e o irmão Victor Alexandre. O estilo R&B, que é um meio de afirmação estética e cultural da comunidade negra, vem de suas referências musicais como Beyoncé e Brandy e a fez ter mais consciência também sobre suas raízes.

“Cresci ouvindo muita música americana e me apaixonei pelo R&B. A música me fez conhecer ainda mais histórias relacionadas as minhas raízes e a ter mais consciência. Naturalmente, comecei a compor e a cantar em inglês. Eu mesma componho minhas músicas. O processo depende muito do dia. Às vezes, vem naturalmente e acabo compondo uma música inteira de uma vez. Outras vezes, tenho que sentar, pensar bastante no que eu vou compor e até esperar uns dois dias para sair do jeito que eu quero”, explica ela, que também curte o som de Ariana Grande e Kehlani.


No clipe de canção, que teve mais de meio milhão de visualizações em poucos dias de lançamento, Camilly retrata os relacionamentos atuais, sem rótulos.

“Pensei em compor sobre os relacionamentos de hoje em dia e de como os casais não querem que ninguém saiba que eles estão juntos com medo de se machucarem. On The Low faz parte de um EP que pretendo lançar. O rumo que eu estou tomando agora é de amor, relacionamento e confiança”, adianta.


Ela contracena e canta no vídeo com o namorado, o rapper americano Red Rum. Os dois se conectaram por meio da música. “Nós nos conhecemos um tempo atrás, mas começamos a conversar mesmo quando ele me mostrou uma músicas dele e pediu minha opinião. Depois de um tempo eu mostrei ‘On The Low’ pra ele e falei que eu queria uma participação dele nela. Ele aceitou, fez os versos e hoje divide a música comigo. Ele me apoia bastante com a minha carreira”, conta.

Os pais receberam bem o namorado. Camilly garante que eles são tranquilos em relação a sua vida amorosa. “Quando eu era mais nova, eles tinham essas coisas de querer conhecer e conversar sobre isso. Mas já faz um tempo que eu sinto que eles tem segurança e confiança em mim o suficiente a ponto de não se preocuparem com essas coisas.”

Camilly mostra a maturidade não só no modo de falar, mas em suas ações. Recentemente, ela comprou o seu primeiro carro. Boa parte do dinheiro foi fruto dos trabalhos que faz desde adolescente em vendas e call center.

“O carro foi a minha primeira grande conquista material, mas tive uma pequena ajuda dos meus pais. Eu pago as prestações. Já trabalhei com vendas e meu último trabalho foi em call center de multi empresas”, diz ela.

“Minha carreira é um reflexo da carreira de meus pais, pessoas que vieram de baixo e venceram na vida pelo mundo artístico. Me sinto uma extensão da luta e vitória deles. Por isso eu entendo que minha música e carreira tem essa verdade da história de quem vem de baixo e que vence. A maioria dos artistas que são referência para mim tem histórias de luta e conquistas similares. Sinto orgulho de poder dizer que minha arte e meu dom é uma extensão disso, de toda a história sofrida de artistas baianos, brasileiros. Quero muito com a minha música ser uma voz que representa tudo isso."


FONTE: https://revistaquem.globo.com/Entrevista/noticia/2021/01/camilly-victoria-sobre-ser-cantora-musica-me-fez-conhecer-ainda-mais-minhas-raizes.html

5 visualizações0 comentário